Televendas - (48) 3246 1520
(48) 3257 7630
WhatsApp (48) 99607 1047

Notícias

DICAS DE COLETA SELETIVA
Como separa, O que separar, Quem irá receber e para onde vão os materiais.


+ ver todas as notícias

Banner

Newsletters

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades e promoções.

Novidades

CORES DA COLETA SELETIVA



O CONAMA – Conselho Nacional do Meio Ambiente, órgão responsável pela política do meio ambiente, através da Resolução 275 de 25 de Abril de 2001 define as cores para todos os tipos de Resíduos. Quando falamos de Resíduos, estamos falando de todos aqueles materiais, como embalagens plásticas, restos de comida, baterias, garrafas, papelão ou papel, entre outros.

A Humanidade precisa entender a ordem e o fluxo do sistema em que vive, ou seja, realmente
estarmos ligados para não destruir mais a natureza. Por isso a importância de saber utilizar de maneira correta a tabela de cores de resíduos nas lixeiras fixadas nos pontos de coleta.

As cores das lixeiras na coleta seletiva segundo a resolução 275/2001 ficaram da seguinte forma:

* AZUL: papel/papelão;
* VERMELHO: plástico;
* VERDE: vidro;
* AMARELO: metal;
* PRETO: madeira;
* LARANJA: resíduos perigosos;
* BRANCO: resíduos ambulatoriais e de serviços de saúde;
* ROXO: resíduos radioativos;
* MARROM: resíduos orgânicos;
* CINZA: resíduo geral não reciclável ou misturado, ou contaminado não passível de separação.

Geralmente não encontramos todas as cores nas lixeiras, pois alguns resíduos são específicos de alguns processos. Se não houver onde descartar o seu resíduo, nunca coloque em outro apenas para se livrar do mesmo. Entre em contato com a secretaria do meio ambiente se for em algum órgão público, ou entre em contato com o responsável pela organização em questão no caso de uma iniciativa privada.

As cores mais frequentes que você vai encontrar são:

* AZUL: papel/papelão;
* VERMELHO: plástico;
* VERDE: vidro;
* AMARELO: metal;

Então vamos lá, informe-se, estude e pratique a coleta seletiva direcionando o seu resíduo corretamente!!!



07/05

Créditos: http://www.aprocura.com.br/as-cores-das-lixeiras-na-coleta-seletiva.html